PF deflagra operação contra divulgação de conteúdos de exploração sexual em quatro cidades do Maranhão

Na manhã desta quarta-feira (14), a Polícia Federal (PF) prendeu três pessoas suspeitas de participação em grupos de aplicativos de mensagens para compartilhamento de imagens de exploração sexual de crianças e adolescentes. As prisões ocorreram nas cidades Água Doce do Maranhão, Barra do Corda, Jenipapo dos Vieiras e Tuntum, no Maranhão.

Segundo a PF, os suspeitos foram identificados em investigações iniciadas a partir de um relatório produzido pela Núcleo de Repressão aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil na
Internet da Polícia Federal (NURCOP).

Durante a operação, foram apreendidos computadores, discos rígidos, mídias magnéticas,
pen drives e outros materiais relacionados à pornografia infantil. Na cidade de Tuntum, uma pessoa foi autuada em flagrante pela posse de centenas de arquivos com imagens de abuso sexual de crianças e adolescentes, que estavam armazenadas em seu celular.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados responderão pelas penas do delito de
armazenamento de imagens e vídeos de exploração sexual infantil (Art. 241-B, do
ECA) que podem chegar a quatro anos; e pelo crime de disponibilização/divulgação de material de pornografia infantil (Art. 241-A, do ECA) podendo chegar a seis anos por cada compartilhamento realizado.

A denominação Luna Park é uma referência à operação realizada pela polícia postal italiana.

 

 

Com informações de O Imparcial